domingo, outubro 29, 2006

MARDITA I

Seguindo meu circuito de lazer, me embrenhei pelo barreiro e sacramenta. Degustando umas doses da mardita captei mais uns ditos filosofias de boteco.

Eu BeboEu bebo porque sou egoísta.
Gosto que o mundo gire em torno de mim!
Eu bebo porque sou exigente.
E, quando estou bêbado, só vejo mulheres maravilhosas!
Eu bebo porque sou solidário.
Me preocupo muito com o sustento dos milhares de funcionários das empresas de bebidas alcoólicas e de suas pobres famílias, em vez de ser egoísta e me preocupar só com a minha saúde.
Eu bebo pra esquecer. Só não me pergunte o quê, porque eu já esqueci! Viu como funciona?
Eu bebo pra me distrair. Minha mulher me traiu e eu bebo pra me "des-trair"! Sai, chifre!
Eu bebo porque sou higiênico! Ouvi falar que a nossa água está cada vez mais infectada com coliformes fetais...poliformes fatais...uniformes de carnavais...ah, sei lá! Seja o que for, eu prefiro o álcool!
Eu bebo porque adoro futebol! E pra agüentar o meu time, só bebendo mesmo! (Santista não tem dessas treta!)
Eu bebo porque sou casado. Precisa explicar?
Eu bebo por recomendação médica. Ele disse pra eu não judiar do meu estômago. E o coitadinho fica tão triste quando eu não bebo...só vendo...
Enfim, "Eu bebo porque é liquido, se fosse sólido, comê-lo-ia."

Um comentário:

isabel disse...

Ihihihihi, estarei a perder alguma coisa? É que só bebo água mesmo... LOl. Mas concordo inteiramente com a última frase... Abraço