domingo, novembro 25, 2007

É QUE O REI NÃO SABIA








X











A questão que envolveu Sua Alteza Real de Espanha e um súdito rebelde teve a repercussão que a grande mídia (Rede Globo) almejava.

O último episódio em que se envolveram o Rei Juan Carlos e o Presidente Hugo Chaves, serve como norte, para que se interprete o pensamento que os povos europeus continuam a cultivar sobre nós, estes estranhos seres inferiores. Mas o que eles devem ter percebido é que a outrora subserviente América Latina, já não se curva tão facilmente aos ditames do velho continente, achei muito pertinente a resposta do presidente Hugo Chaves a Sua Alteza, eu também formo na fila com os que como o chefe da nação venezuelana, tem a devida clareza que nós já nos calamos por muito tempo, e que hoje a relação que deve ser mantida entre esses Continentes é de respeito. E isso o rei não sabia.

E aqui aproveito para discordar de um velho companheiro (que ainda carrega o ranço da direita) que acha o presidente Chaves sem educação, aqui se faz necessário um esclarecimento, existe uma diferença muito patente entre educação e etiqueta, o fato de Chaves fazer apartes constantemente é uma questão de etiqueta, estas cositas de convenções, já no que envolve educação os elementos são outros, educação implica em valores do tipo ética, moral, caráter etc...

ARRIBA LA REVOLUÇÃO BOLIVARIANA.

3 comentários:

Navi Leinad disse...

Xico, como diria o amigo Nelito, muita calma nessa hora. Concordo também que nós já nos calamos tempo demais, mas não podemos esquecer que a vizinha Venezuela caminha a passos largos para o abismo solitário e escuro do totalitarismo sob a batuta 'sem etiqueta' de Hugo Chavez. Isso não é bom.

Xico Rocha disse...

Caro Navi leinand.
O que ocorre na vizinha Venezuela acredito ser problema interno deles venezuelanos. Eu particularmente me indigno toda vez que vejo as pessoas se arvorarem a determinar o que é melhor para este ou aquele povo.
Não sou democrata, acho democracia a maior balela, mas, se existe alguém no Continente americano que não tenha o que se queixar da dita cuja, estes são os venezuelanos, a cada dois meses vejo um plebiscito se realizando na Venezuela, e vejo o Presidente Hugo Chaves sendo corroborado no que põe a apreciação popular. Agora que a vontade popular nunca agradou nossos brothers, quer sejam os do Norte ou os europeus, isso eu sei que não, vontade popular não combina com o modelo de democracia americana e européia, cujo principio é determinado pelo dizer "Democracia, devemos defende-la, praticarmos jamais". Esse é o modelo deles.
Quanto a Venezuela, é preciso fazer várias leituras, desde seu passado recente aos seus indicadores,quer sejam econômicos sociais e etc..
Eu realmente conheci duas Venezuelas, uma antes outra com o Hugo Chaves.
Mas volto a reiterar o problema é do povo venezuelano.

Navi Leinad disse...

Caro Xico, com certeza o problema é deles, democracia hoje é termo pra encher discurso de falsos líderes e desde a antiguidade não era a melhor forma de governo. Acredito que cada povo tem a vida que sua evolução moral merece. Isso é muito filosófico, melhor não tratar por esse lado. Mas não se esqueça que vontade popular também pode ser manipulada, e geralmente é, principalmente quando a miséria predomina... o Brasil é exemplo disso também.
Não quero condenar os venezuelanos, nem ser arrogante ao ponto de me achar superior. Só não concordo com totalitarismo exarcebado.