sexta-feira, março 02, 2007

A GOVERNADORA E SEU VETO

Amigos, que a governadora Ana Julia é despreparada eu já sabia, assisti á vários equivocos dela na tribuna do Senado Federal sobre questões amazônidas.
Quanto seu veto as cotas do negros na Universidade, além de um tremendo desrespeito com a comunidade negra do Brasil e do mundo, é mais um de seus equivocos desastrados. Para que se entenda a necessidade e a defesa da manutenção das cotas para os estudantes negros no Brasil, temos que nos debruçar na história e entender várias nuances que a questão mostra.
Primeiro, estamos beneficiando apenas partes dos negros, e uma parte já privilegiada, digo isso porque ser estudante no Brasil e chegar as beiras de uma Universidade é privilégio, muito mais ainda se voce é negro.
Mas o que temos que avaliar, é que a história sempre foi muito cruel com os negros, sobre tudo com os negros brasileiros, e quando defendo as cotas para os decendentes Afro não estou buscando fundamentos na Justiça distributiva, mas na Justiça comutativa, isso porque existem jurístas que por desconhecerem a história cometem o equivoco de avaliar a questão com base na Justiça distributiva, temos que entender que quando se defende as cotas estamos buscando rever um erro histórico, e não tentando distribuir justiça.
Defendo esta base de sustentação por saber que o negro no Brasil só teve acesso á escola há 50 anos, isto porque o mesmo era proibido de frenquetar as escolas por força de Lei. Então se existia uma Lei que os proibia de frequentar as escola, nada mais justo que se faça a correção deste erro.
Que a ilustre governadora se intere da história antes de sair impondo vetos a questões de grande relevância para o Brasil.

9 comentários:

Mari disse...

Xico,

Que bom, mesmo de longe, você continuar alimentando seu blog.

Um grande abraço.

Mari

Tainá disse...

Justiça comutativa, ou medida paliativa?????????????????????????????????? Pra que tapar o sol com a peneira???? pq o medo de investir na educação, aumentando por exemplo o número de vagas??? ah sim, esqueci que não somos como os japoneses, brasileiro é bicho apressado mesmo, não gosta de esperar, não sabe oq é retorno a longo prazo...

citadinokane disse...

O debate ficou prejudicado pelo preconceito... Haveremos de superá-lo com medidas que desagradam os moralistas de plantão.
Abraços companheiro desde o Brasil,
Pedro

vylia disse...

Sólo saludando.

Un abrazo.

Jenner Maciejewsky disse...

Cotas para Negros, mulheres, deficientes... Daqui a pouco teremos cotas para os que não querem nada da vida também.
E a competência onde fica ? Será mesmo que o Negro na Universidade será tratado por igual pelos outros ? Acredito que todos olharão para ele e dirá - "Esse só está aqui por que foi privilegiado".

Nós precisamos é de um Ensino fundamental e médio que forme cidadão de valores, que forme pessoas que sejam capazes de uma disputa por suas competências e não por cotas.

Mas enfim, estamos acostumados a aceitar os paleativos que nossos "líderes" nos impõe em seus momentos de preocupação social.
Lotar as universidades de pessoas com cotas traz mais votos que reestruturar a educação no País, já que essa decisão só teria seus efeitos percebidos depois de pelo menos 8 anos.

alida disse...

Un gran abrazo!!!

Flor disse...

oi saudades de novidades! escreve da Africa para nós, seus fãs!

Menina_marota disse...

Passei... para ler-te,
Vejo que não actualizaste.
Deixo um abraço ;)

Xico Rocha disse...

é verdade menina marota,tive um problema com p meu pc,logo estarei postando novamente.
Bjs